REATOR PARA LÂMPADAS HQI

17:34 By ACQUATICOS , In

Os reatores mais utilizados hoje no Brasil para iluminação HQI são do tipo eletromagnético que faz parte de um sistema que necessitam de um indutor submetido a baixas frequências (60/50Hz) para limitar a corrente sobre a lâmpada. Alem disso um capacitor para correção do fator de potência e um ignitor para partida da lâmpada é necessário. Em muitos casos, os capacitores de correção de fator de potência, que variam de 20uF a 40uF, também se danificam, alem de sofrerem envelhecimento, comprometendo o fator de potência, fazendo com que o núcleo aqueça, reduzindo sua vida útil. Por fim, o ignitor deixa de operar e, dessa forma, a lâmpada não funciona, pois, sendo de descarga a alta pressão, necessita de um impulso inicial em torno de 3500V a 4000V para sua partida.
IGNTOR PARA REATORE ELETOMAGNÉTICO

CAPACITOR PARA REATORE ELETOMAGNÉTICO

CONJUNTO DE REATORES MAGNÉTICOS COM IGNITOR E CAPACITOR



Um indutor é muito comum na freqüência da linha de reatores para fornecer o ponto de partida e operação adequada condição de potência elétrica para uma lâmpada HQI. Por causa do uso do indutor, reatores deste tipo são normalmente chamados reatores magnéticos o indutor tem duas vantagens, sua reatância limita a energia disponível para a lâmpada apenas com perdas mínimas de energia no indutor. O pico de tensão produzida quando a corrente através do indutor é rapidamente interrompida é usada em alguns circuitos à primeira greve do arco da lâmpada.
Uma desvantagem do indutor é que a corrente é deslocado para fora de fase com a tensão, produzindo um fator de potência pobre. Em reatores mais caro, um capacitor é muitas vezes emparelhado com o indutor para corrigir o fator de potência. Em reatores que controla duas ou mais lâmpadas, reatores de linha de freqüência geralmente usam diferentes relações de fase entre as luzes múltiplas. Isto não só reduz a cintilação das luzes individuais, mas também ajuda a manter um alto fator de potência. Estes reatores são freqüentemente chamados reatores lead-lag, pois a corrente em uma lâmpada lidera a fase de alimentação e a corrente na lâmpada outras defasagens da fase de alimentação. Estes reatores geralmente produzem ruído e tendem a ser grandes e pesados.
REATORES ELETROMAGNÉTICOS COM IGNTOR E CAPACITOR ACOPLADOS



Mas hoje já existem reatores eletrônicos para lâmpadas HQI, mas seu uso no Brasil ainda e muito restrito devido ao seu elevado valor.
REATORES ELETRÔNICOS PARA LÃMPADAS HQI



Os reatores eletrônicos HID operam com circuitos eletrônicos tradicionais, em vez de núcleo e bobina de componentes magnéticos. Especialmente concebido para fornecer a melhor e estabilidade à luz em aquário. Este reator eletrônico também está oferecendo energia eficiente com economia de energia de 5-12% e alto fator de potência de 99,9%, gerando mais lumens por watt de energia consumida, assim, perdendo menos watts da fonte de alimentação para a lâmpada com isso resulta em um alto fator de potência. Outra característica é que o resultado de alta freqüência de saída em perda de potência baixa, também possui saída de potência constante, sem cintilação, resultando em uma iluminação perfeita. Outras características incluem um arranque suave que aumenta a vida da lâmpada e reduz à depreciação do fluxo luminoso, uma operação silenciosa, são muito leves tem um design pequeno e compacto, construído em um gabinete de alumínio com aletas para dissipar o calor de seu corpo com isso produz menos calor.
REATORES COM ALETAS PARA DISSIPAR CALOR


A sigla HID significa High-Intensity Discharge é um reator da lâmpada de vapor metálico que utiliza microprocessadores para controlar e regular fornecendo diferentes correntes a luz durante o arranque e durante a operação da lâmpada, controlando a greve de tensão inicial para o bulbo para iniciá-lo e, em seguida, no bulbo para a operação mais eficiente da luz.
As principais vantagens do reator HID é a economia de energia elétrica e custos de manutenção, compensação de perda de luz automática, tal como a idade da lâmpada, produz até 40% mais lumens por watt do que reator magnético, maior esperança de vida da lâmpada em relação aos reatores magnético; gera menos calor. A linha de reatores eletrônicos HID oferece até 70% poupança de energia e 2-4 vezes a vida das lâmpadas HQI. Estes reatores são pequenos, mas entrega a saída de luz que você precisa com incrível eficiência, tudo isso sem sacrificar a economia de energia ou gerenciamento térmico sendo um importante diferencial.
Estes reatores elétricos são de alta freqüência de trabalho, com a tensão estável e permitir que a eficiência luminosa de aumento de lumens a mais de 30% a 40% mais lumens de saída que os reatores magnéticos, com mais luz equivale a mais rendimento. Com este tipo de reator a lâmpada atinge o seu brilho total em menos de um minuto, já com reatores magnéticos normalmente leva cerca de vinte minutos. Os reatores eletrônicas podem funcionar adequadamente em 150V ~ 260V na tensão normal. Com função automática de proteção, os reatores eletrônicos em condições anormais de funcionamento das lâmpadas tais como a ruptura interna, curto-circuito e uma linha de alimentação danificada por acidente os reatores eletrônicas, têm a função de auto-protecção. A maioria dos reatores eletrônicos para lâmpadas HQI inclui um circuito de correção de fator de potência que é feito de um conversor e um circuito de ignição. Devido à variação significativa na característica gerada por uma lâmpada HQI pelo seu uso ao longo do tempo e de fabricantes diferentes, fornecendo as lâmpadas uma potência constante isto exige um maior funcionamento do indutor de um conversor deste modo o conversor opera um indutor em um limite de corrente contínua de modo a alcançar reduzir a perda de poder e aumento da eficiência. Equipado com um micro processador, o reator eletrônico ainda possui a função de regular a potência.


CLEBER LUIZ DA SILVA

1 comentários:

Jonas Carvalho Carvalho disse...

fantastica suas explicaçoes, parabens .

Postar um comentário

DEIXE AQUI SEU COMENTARIO