DIFUSOR DE CO2

10:28 By ACQUATICOS , In

Quando pensamos em obter CO2 dissolvido na água de nosso aquário plantado para estimula o crescimento acelerado da plantas o primeiro equipamento que nos vem à cabeça é o difusor de CO2. Este equipamento e lembrado por diversos motivos como se trata de um sistema de funcionamento bem simples de fácil instalação, pois requerem poucos ajustes, pois basta regular a quantidade de bolhas e aguardar os resultados. Seu custo também é muito mais baixo que os reatores de CO2 e por terem um tamanho muito reduzido e bem discreto facilita na hora de esconder dentro do aquário, por isso o difusor de CO2 hoje é o equipamento mais utilizado para difusão do CO2 em aquários plantado.
Atualmente, com o aumento no interesse por aquários plantados, muitos produtos de qualidade específicos para difusão de CO2 estão aparecendo no mercado.
Existem hoje muitos modelos de difusores de CO2 comercialmente disponíveis alguns muito simples semelhante a pedras porosas de compressores de ar outros mantêm o CO2 preso em um reservatório para ficar em contato com a água outros um pouco mais complexos, pois possuem conta bolha com e sem a válvula de retenção acoplada em uma única peça, facilitando muito na montagem do sistema, dentre estes modelos de difusores alguns podem ser montados apenas internamente outro apenas externamente, mas também a modelos que podem ser utilizado tanto externamente como internamente. Caso seu difusor de CO2 não tenha a válvula de retenção basta adicionar.
MODELOS DE DIFUSORES DE CO2 DISPONÍVEIS PARA USO INTERNO











MODELOS DE DIFUSORES DE CO2 DISPONÍVEIS PARA USO EXTERNO


COMO DEVE SER INSTALADO UM DIFUSOR EXTERNO

MODELO DE DIFUSORE DE CO2 DISPONÍVEL QUE PODEM SER UTILIZADO TANTO INTERNAMENTE COMO EXTERNAMENTE

COMO DEVE SER INSTALADO UM DIFUSOR QUE PODEM SER UTILIZADO TANTO INTERNAMENTE COMO EXTERNAMENTE


Fabricado geralmente em vidro ou plástico com pedra difusora especialmente feita em cerâmica com poros mais finos dedica em produzir e dispersar uma nevoa com micro bolhas de CO2 muito finas pelo interior do aquário. Por estar em micros bolhas conseguimos fazer com que o CO2 tenha um maior tempo possível de contato com a água para se dissolver, por ser micros demoram mais para atingir a superfície da água e são parcialmente absorvidas pelas moléculas de água enquanto fazem seu caminho lentamente até a superfície, gerando um maior aproveitamento do CO2 do injetado.
Mas as bolhas que chegam à superfície são perdidas para a atmosfera e por isso é seguro dizer que um difusor não é tão eficiente quanto um reator.
COMPOSIÇÃO BÁSICA DE UM DIFUSOR DE CO2 PARA USO INTERNO

COMPOSIÇÃO BÁSICA DE UM DIFUSOR DE CO2 PARA USO EXTERNO



COMPOSIÇÃO BÁSICA DE UM DIFUSOR DE CO2 QUE PODEM SER UTILIZADO TANTO INTERNAMENTE COMO EXTERNAMENTE

NEVOA DE MICROS BOLHAS PRODUZIDAS PELO DIFUSOR DE CO2


O tipo e modelo de depende do tamanho do aquário, sistema de filtragem e da circulação de água, mas acho ideal e utilizo em aquários pequenos de no máximo 100 litros, devido à perda de CO2 para a atmosfera, apesar de ter fabricantes com modelos que asseguram sua utilização em aquário de até 300 litros.
O difusor de CO2 quando usado corretamente produzira o resultado esperado. Mas lembre se que qualquer que for o modelo de difusor sempre haverá perda de 20% a 40% na quantidade de CO2 que vem a ser injetado no aquário. Para evitar essa perda excessiva de CO2 é interessante observar que a escolha do local de instalação da peça pode ajudar a otimizar o aproveitamento do CO2 em todo o aquário. Recomendo colocar o difusor de CO2 em uma área onde possua uma boa circulação de água, como no retorno do sistema de filtragem, assim a nevoa de CO2 feita pelo difusor fará um maior percurso antes de chegar a superfície do aquário. Outra boa posição seria logo abaixo da captação de água do sistema de filtragem, pois assim, todas as pequenas bolhas produzidas pelo difusor, seriam aproveitadas e dissolvidas durante o processo de filtragem.
DIFUSORES DE CO2 EM FUNCIONAMENTO







Nunca utilizem um difusor abaixo da recomendação do fabricante, pois esta também é uma forma de se jogar CO2, pois um difusor que possui a indicação do fabricante de utilização em um aquário de 70 litros não realizara o mesmo papel em um aquário de 200 litros. Também não se esqueça de realizar uma manutenção periódica no difusor a cada 3 meses, esta manutenção é simples pois requer somente uma limpeza periódica, tanto da pedra porosa quanto no corpo do difusor.

CLEBER LUIZ DA SILVA

0 comentários:

Postar um comentário

DEIXE AQUI SEU COMENTARIO