COMO ACABAR COM AS ALGAS

08:38 By ACQUATICOS , In

As algas estão em constante competição com plantas do aquário. Quanto mais garantir o desenvolvimento ideal das plantas, estará em xeque a formação e proliferação de algas. Enquanto as plantas não reagem no aquário por falta de nutriente, parando o seu crescimento (Ex. Ferro), o mais adaptável às algas leva uma vantagem e se multiplicam com mais vigor. Para evitar esse desequilíbrio é um importante fornecimento equilibrado de nutrientes, mas também corretamente dosado para plantas.
Em aquário com casos de excesso de oferta de nutrientes, que beneficiará são as algas, e elas voltarão com muita força porque nesse caso, há mais nitrato, que incentiva decisivamente para o crescimento das algas. As algas é a razão de muitos aquaristas principal mentes os inexperientes deixarem este hobby maravilhoso. Um tanque livre de algas não existe, ou então questão de por em cheque a sua proliferação, evitando assim sua proliferação. Além disso, a adubação insuficiente, também podem ser outras causas que alteram equilíbrio, beneficiando algas. Evite a radiação direta do sol sobre o aquário. O certo é iluminar seu aquário com lâmpadas de boa qualidade na quantidade adequada ver orientação prática sobre iluminação com um lojista de sua confiança, substituir periodicamente a iluminação, pois lâmpadas velhas também causam o aparecimento de algas, limparem as plantas recém adquiria, pois elas podem transferir esporos de algas trazidas de outras águas dos aquários da loja, por exemplo. Excluir o primeiro aparecimento algas, eu indico entrar com peixes comedores de algas. A maioria das algas ocorre quando acumulam e tem altas concentrações de nitrato (NO3) e fosfato (PO4). Para evitar que isto ocorra evite os alimentos de má qualidade, também garantir a qualidade da água através da conservação do filtro, usar o sifão para retirar os excrementos dos peixes e demais vegetais em decomposição. A formação do nitrato se da no aquário em uma forma muito alta quando o equilíbrio biológico não esta funcionando como deveria e há uma carga orgânica muito alta. Quando o excesso de nitratos, que já não pode ser absorvido pelas plantas como nutriente não só acelera o crescimento de algas sendo, por exemplo, um dos fatores para a putrefação dos criptocorina, mas também é perigoso para os peixes devido à falta de CO2 torna o nitrato venenoso. Infelizmente, a água da torneira apresenta concentrações de nitrato em níveis demasiado elevados para o aquário sendo assim a mudança da água não resolve o problema, a não ser que seja uma água deionizada o de reverse osmose.
O fosfato é encontrado nas águas próprio do ambiente natural dos peixes e plantas, mas só em reduzida concentração (0,001-0,01 MG / l). No aquário, onde alterou o equilíbrio de água e a falta de manutenção e pouca ou nenhuma, o fosfatos podem se multiplicar rapidamente.
Os valores elevados de fosfato (por acima de 0,5 MG / l) causar o crescimento de algas acima da média.Dependendo da região, o fosfato pode alcançar o abastecimento de água através das águas subterrâneas pelos produtos usados como fertilizantes usados na agricultura. Se necessário, o fosfato devem ser removidos água corrente antes de mudar a água do aquário. O removedor de fosfato é mais eficaz quando utilizado em filtros internos e externos a última etapa de filtragem. O conteúdo de fosfato deve ser verificado regularmente, pois pode aumentar os níveis após o esgotamento do material usado para remoção no aquário. O valor ideal de fosfato é de 0,01 a 0,05 MG / l. Valores acima de 0,5 MG / l em água doce não deve excedido.
Além de se remover as algas, também devemos abordar as causas da sua formação. Além das medidas de conservação referidas e adubação correta, recomendamos que se filtre por, que extrai os nutrientes da água excedentes e poluentes orgânicos como a amônia, nitrato e fosfato. Para evitar uma redução de oxigênio, pois as decomposições de algas mortas em grandes números recomendam que limpe o refil do sistema de filtragem do aquário toda semana, de preferência duas vezes por semana.

CLEBER LUIZ DA SILVA

2 comentários:

Antonio Boni disse...

Galera.
Acabei com as algas no meu aquário. Agora a água tá cristalina. Sabem o que utilizei.? Apenas água. Quente! Sim. Fervi água e joguei-a quente na limpeza do aquário. Pronto. Depois deixei secar e coloquei água da rede mesmo. Apliquei anti-cloro e ... Vida saudável pra minha tartaruga.

Anônimo disse...

NItrato dá alga. Fosfato já se sabe que é bom para eliminar algas se for em um plantado, porque assim as plantas irão consumir mais nitratos. Aquário com fosfato zero vai ter explosão de alga. O que dá alga mesmo é filtro sujo e excesso de comida e falta de oxigenação da água. Filtro uv é bom.

Postar um comentário

DEIXE AQUI SEU COMENTARIO