LÚMEN

06:56 By ACQUATICOS , In

Cada lâmpada possui como especificações sua potencia em Watts, temperatura de cor na escala Kelvin e fluxo luminoso Lumens.
Lúmen (símbolo lm) é a unidade de medida de fluxo luminoso. Um lúmen é o fluxo luminoso dentro de um cone de 1 esferorradiano, emitido por um ponto luminoso com intensidade de 1 candela (em todas as direções), sendo a quantidade total de luz emitida por uma fonte luminosa. Sendo o lúmen é uma medida de intensidade da luz, essa energia radiante se da a partir da porção visível do espectro de luz que atinge uma determinada área tipicamente um metro quadrado, quando a superfície é à distância da unidade (neste caso, um metro) da fonte de luz, essa quantidade de luz emitida pela lâmpada é medida praticamente na superfície da lâmpada.
Quanto maior o lúmen, mais brilhante ou mais intensa a luz parece ao olho humano, e melhor para seu aquário.
A regra mais comum entre aquaristas e a de Watt por litro este parâmetro de W/L é considerado um bom parâmetro, porem se formos comparar dois tipos de lâmpada com a mesma potencia teremos diferenças, pois as características da lâmpada devem ser analisadas, seu rendimento e principalmente seu fluxo luminoso e temperatura de cor, pois você pode ter em seu aquário com apenas 0.5W/L o mesmo fluxo luminoso do que outro aquário com 1W/L, tudo depende da lâmpada escolhida.
Conhecer o valor de lúmen por watt é mais importante do que watts por litro, pois podemos economizar energia e proporcionarmos uma iluminação mais adequada ao nosso aquário, por isso devemos seguir uma regra pouco conhecida pelos aquaristas, é a regra dos lumens por litro, que é a forma mais correta de se calcular a quantidade correta de lâmpadas necessárias para se manter um aquário plantado ou de corais. Não é uma regra complicada, um aquário com iluminação forte precisa de mais ou menos 90 lumens por litro de água, um aquário com iluminação média precisa por volta de 60 lumens por litro e um aquário com iluminação fraca (low light ou low tech) precisa de mais ou menos 30 lumens por litro.
Com esta regra conseguimos ter uma qualidade maior do sistema de iluminação com economia de energia, para melhorar a iluminação podemos seguir este exemplo de trocar as lâmpadas T8 por lâmpadas T5 para aumentar a quantidade de lumens por litro e economizar energia elétrica sem prejudicar as plantas, desta forma pode substituir as três lâmpadas T8 de 18 watts por três lâmpadas T5 de 14 watts, ou seja, antes o aquário gastava 54 watts de energia e com as T5 passará a gastar 42 watts. Vamos conferir se as plantas serão prejudicadas com esta mudança, antes o aquário recebia 50 lumens por litro, agora, com as duas T5 ele passará a receber 61 lumens por litro. O objetivo era economizar energia e como prêmio, as plantas ganharam 10 lumens a mais. Esta mudança vai representar um ganho de mais de 20% na quantidade de lumens, com uma economia de 22% de energia elétrica. Ou podemos substituir as T8 por duas lâmpadas T5 de 24 watts, ou seja, antes o aquário gastava 54 watts de energia e com as T5 passará a gastar 48 watts. Vamos conferir se as plantas serão prejudicadas com esta mudança, antes o aquário recebia 50 lumens por litro, agora, com as duas T5 ele passará a receber 60 lumens por litro. O objetivo era economizar energia e como prêmio, as plantas ganharam 10 lumens a mais. Esta mudança vai representar um ganho de 20% na quantidade de lumens, com uma economia de 11% de energia elétrica.
Como as T5 são mais finas, na mesma tampa onde cabiam apenas 3 lâmpadas T8 é possível instalar 4 lâmpadas T5. Então com quatro lâmpadas T5 de 14 watts, teremos 82,5 lumens/litro, com três lâmpadas T5 de 24 watts, teremos 90,4 lumens/litro, com quatro lâmpadas T5 de 24 watts, teremos 120,6 lumens/litro
Por exemplo, uma luz T12 de 20 watts com uma saída de luz total de 800 lumens tem um lúmen por watt de saída de 40. Enquanto uma lâmpada de 13 watts T2 avaliado em 950 lumens tem uma saída de luz de 73 lumens por watt. Este é um exemplo claro de que a regra de watts por litro é gravemente falho como o T2 13 watt é claramente a melhor escolha para um aquário plantado ou de corais, e nem sequer levar em consideração o PAR classificação que também é importante para plantas e corais. Esta comparação sobre a luz também se aplica a SHO, VHO, LED e HQI os quais produzem mais lumens por watt que uma simples lâmpada T 12.
Assim sendo quantidade de luz efetiva que chega a um ponto determinado pode variar a eficiência proveniente de uma lâmpada depende não só da emissão de luz fornecida por ela, mas do refletor onde está montada a lâmpada que serve como meio de propagação da luz.
Devemos verificar nas embalagens o valor em lumens e lumens/watt são um índice de eficiência na conversão de energia elétrica em luz, lâmpadas fluorescentes e HQI's, têm esse índice aproximadamente quatro vezes maior que uma lâmpada de filamento incandescente.
Em minha opinião, lumens servem para confrontar dois produtos semelhantes, dentro do mesmo consumo (watts) aquele que produz mais lumens é mais recomendável sua utilização. O que tem que ser analisado em qualquer projeto de iluminação é o rendimento em lumens. Uma lâmpada de qualidade fornece mais lumens com uma mesma quantidade ou menos de watts, ou seja, mais lumens pelo mesmo preço. Não adianta muitas lâmpadas de má qualidade ou com especificações erradas. O consumo vai ser alto e a iluminação nem tanto vantajosa, pena que é muito difícil encontrar material de qualidade.
Após definir a temperatura de cor é preciso observar é o fluxo luminoso da lâmpada, pois quanto maior ele for mais iluminado nosso aquário parecerá e menos lâmpada será utilizada.
Para calcular o fluxo de determinada fonte de luz é preciso saber o tipo de lâmpada e consultar uma tabela de eficiência energética que mostra uma relação lúmen (lm) por potência W descrita na embalagem da lâmpada.

CLEBER LUIZ DA SILVA

5 comentários:

ramparts disse...

Boas tardes

uma pergunta se tiver um led de 10watt
o fabricante diz que ele produz 800 lumen
se puser 5 deles posso substituir uma lampada de 54 watt os lumens somam no total ou seja
800+800+800+800+800=4000 lumen?

obrigado

Adriana Godinho disse...

boa tarde, tenho um aquário 1,80x70x40, com sump interno de 35x70x40, ficando assim uma área útil a ser iluminada de 1,45x70x40, vc poderia me dizer qual seria a iluminação adequada, pretendo usar lâmpadas t8

Diego disse...

caramba, meu aquario precisa de 16 lâmpadas das que uso para conseguir 90 lumens

Silvia A. disse...

as lampadas da atman nao trazem o lumem, como vou saber?

Unknown disse...

Ola gostaria de tirar umas duvidas tenho uma aquario plantado com hygophila Corymbosa e Elodia e um peixe betta Splindens,solo com substrato(humus e carvao) e cascalho cobrindo pro cima no aquario de 25 litros a as medidas dele é de 28 de altura,44 de comprimento e 22 de largura uso a iluminação da marca boyu -Red T8/10w,gostaria de saber si esta correto o modo que estou cuidando,comprei um filtro e uma bombinha de oxigenio pra deixar o PH mais alcalino mas nao sei si desse jeito vai pra frente,obrigado pela atençao estou aguardando respostas!

Postar um comentário

DEIXE AQUI SEU COMENTARIO